Editorial

DR 4

Editorial/Receita

Ninguém aguenta mais essa porra toda.

Mas DR, não vamos escrever isso...

Então põe aí: o patriarcado expropriou os corpos das mulheres.

Os corpos das mulheres nunca foram delas mesmo!

Não podemos falar isso...

Anota aí, então:

As bruxas, que de fato existem, estão reunidas. Vocês nem estão vendo, mas essa merda vai acabar.

Risos. Gargalhadas. E bruxaria. E magia. E reprodução. E ponto.

Fechou a fábrica.

Ninguém vai aguentar ler. Ler não! Ninguém vai aguentar viver o que a gente está preparando nesse caldeirão. O nosso ritual está só começando... dizem que os homens estão com medo. Mas medo de quê? Eles não estão no poder?  Quem são as vítimas?  As vítimas jamais quiseram ter razão.... As vítimas estão loucas? As vítimas estão soltas! Perderam a visão? Não. A razão? Não.

Coloquem os seus pés sobre um chão qualquer. Tirem os sapatos, se não entenderam até aqui. Qual a relação entre a magia e a planta dos pés? Desça os rios. Sobre vidros, gravetos, farpas, bichos.

Lama. Remem. Remem. Remem.

Há sangue no Rio. Doce? Interrupção ou Direito? Chamado. Reclaim.

O feitiço capitalista durou tempo demais. Produziu zumbis.

Estamos descascando alho.

Como se morre hoje? Naufrágio e migração. Aborto. Soco. Fome.

Tudo se constrói em círculos. Ainda não aprendemos a rodar. Quais pactos diabólicos? Os que eles já nos impuseram? Defumadores e águas bentas?

Qual magia teremos que inventar?

Sem verbo.

Deixem aqui as suas vassouras.

Revista DR, com a parceria especial da bruxa Lori Regattieri
Voltar para
Edição 4